Fundadores

betinhoCONHEÇA O TÉCNICO
Betinho vem de uma família de atletas e iniciou sua carreira em 1978 de forma espontânea, como atleta mirim. Para ele, a prática do vôlei sempre representou "prazer" e foi com este espírito que atuou na Seleção Brasileira no período de 1982 a 1990, tendo sido companheiro de equipe de Bernard, Tande e Giovane, dentre outros jogadores de vôlei que contribuíram para a difusão desse esporte no Brasil.

Em 1990, depois de ter vivenciado com sucesso a prática do vôlei profissional no Brasil, Betinho iniciou sua trajetória como educador. No desenvolvimento dessa nova atividade, o atleta sentia uma necessidade cada vez maior de compartilhar com seus alunos não só as técnicas do esporte em si, mas também os valores éticos e morais que tal prática tinha lhe ensinado.

Betinho, então, passa a buscar um caminho para a utilização do esporte, no caso o vôlei de areia, como instrumento de integração social e em 1999 decide abrir sua própria escola, a ‘Escola de Vôlei do Betinho’ (voleibetinho.com.br), onde iniciou um trabalho diferenciado dentro do ensino do voleibol de praia, tendo sido responsável pela iniciação de mais de 5000 crianças, adolescentes e adultos com idades entre 5 e 90 anos.

CONHEÇA A ADVOGADA
A integração da advogada Silvia Maria Ribeiro Lopes ao projeto, fundamental para a estruturação da Associação Mão na Bola, deu-se por obra do destino. A “Escola de Vôlei do Betinho” proporcionou este encontro.

Silvia Lopes era então advogada da área de mercados de capitais de um renomado escritório de advocacia sediado na cidade de São Paulo, tendo sido transferida para o Rio de Janeiro e, em 2002, matriculou-se na “Escola de Vôlei do Betinho”. Assim, pôde perceber como os benefícios da prática do esporte modificaram sua vida.

Apesar de trabalhar para o setor privado, Silvia Lopes sempre teve um grande desejo de contribuir para mudar a realidade de seu País. Durante 4 anos estudou direito internacional público na Alemanha, desenvolvendo sua tese de mestrado sobre a “Conferência Internacional de Direitos Humanos de Viena de 1993″. Nascia neste momento sua paixão pela proteção aos direitos humanos, uma das razões que motivaram o seu retorno ao Brasil em 1996. A incorporação de Silvia Lopes acrescentou novas e importantes estratégias ao projeto.

 

Apoio:

Lei de incentivo ao esporte Ministério do Esporte Rio 2016 Vôlei Taesa Equipe de vôlei do Betinho Inah de Paula SocialCred